terça-feira, dezembro 13, 2005

Carta ao Pai Natal

Querido Pai Natal ( não me sinto muito bem a chamar-te pai, pois tens idade para ser meu filho ) , mas cá vai...
Este ano portei-me muito bem, pelo menos do que eu me lembro, pois agora nos últimos meses, ando a insultar os outros meninos... todos não, só um, aquele com cara de pau, que eu chamo-lhe nomes e ele não me responde, ele faz-me sentir como tu... faz-me sentir que eu não existo!!
O que eu queria pedir-te era para ver se me enviavas mais uns chips de memória, pois eu sei que estou candidato ás eleições, mas não sei para quais...
Se me ajudares eu dou-te algumas milhas no meu cartão da TAP, pois eu passei alguns anos a juntá-las e devo ter uns 2 bilhões de milhas.

Ass. Mario Soares

PS: Traz também um bolo rei que eu ando farto de cavacas

2 comentários:

José S. disse...

Eu estava prá li, farto de ver televisão e de repente lembrei-me: vou dar uma volta na net pode ser que o João Se abra. E não é que se abriu mesmo?
Ó pá eu cá num bim de Braga mas acho que tu és dos bégueiros mais engraçados que passam no Levanta-te e Ri
eh eh eh

Espanhol disse...

tá muito fixe a carta...

só me resta perguntar: "como tiveste acesso à carta que o mário Soares escreveu ao Pai Natal?!"